quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Sexo com farda e uso de carro da PM para festas causam polêmica no país


A divulgação em redes sociais de fotos comprometedoras envolvendo militares que atuam em Manaus, no Amazonas, gerou polêmica no Estado. 

Ao menos três casos são investigados pela Polícia Militar e todos ocorreram no intervalo de um mês. Em uma foto que mostra mulheres em uma viatura, a polícia já reconheceu que não se trata de montagem e que policiais levaram as jovens para uma festa.

Na terça-feira (17), um inquérito militar foi aberto para apurar a denúncia de que um militar fardado, em horário de trabalho, manteve relações sexuais com um homem dentro do zoológico 
da capital. Ele seria um suposto tenente do 1º BIS (Batalhão de Infantaria de Selva). O Comando Militar da Amazônia informou por meio de nota que a foto parece uma montagem, mas que o caso será investigado e julgado pelo Ministério Público Militar.

Braçais que pertencem a militares do 20ª, 23ª e 24ª Companhias Interativa Comunitárias de Manaus, no Amazonas, foram parar com mulheres. As imagens foram divulgadas pela internet e mostram mulheres seminuas exibindo a patente.

Todos os militares devem prestar depoimento. Um inquérito para apurar o caso está em andamento, de acordo com a Polícia Militar.

Três policiais foram afastados em Manaus após fotos de quatro mulheres em uma viatura serem divulgadas. Elas eram levadas para uma festa de um dos militares. Em depoimento, eles confessaram que usaram o carro para fins pessoais.

R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve