terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Vendas de smartphones ultrapassam marca de 1 bilhão


Novo levantamento mostra um crescimento de 38,4% no mercado de celulares inteligentes em 2013. Samsung continua na liderança, com a Apple em segundo


Sul-coreana Samsung, fabricante do Galaxy, possui 31,3% do mercado de smartphones (Don Emmert/AFP)

O mercado de smartphones fechou 2013 superando a marca de 1 bilhão de aparelhos vendidos, indicou um levantamento da consultoria IDC. O número significa um crescimento de 38,4% em relação ao resultado do ano anterior, quando 725,3 milhões de unidades foram comercializadas. Os dados também mostram que os smartphones representam 55% do 1,8 bilhão de telefones vendidos no total.

"O mero volume e o forte crescimento atestam a popularidade contínua dos smartphones em 2013", afirmou Ramon Llamas, analista do IDC. O pesquisador destacou também que o número de smartphones vendidos no mundo dobrou em apenas dois anos.

Leia também:
Smartphone Nexus 5 chega ao Brasil por 1 799 reais
Galaxy S5, da Samsung, chega ao mercado até abril

Líderes - Em relação às fabricantes, o levantamento da IDC indica que a Samsung continua liderando o mercado de smartphones, com 31,3% das vendas mundiais. A empresa sul-coreana teve um crescimento sólido de 42,9% em 2013, ampliando ainda mais o seu domínio. Enquanto isso, a Apple registrou um crescimento mais tímido, de 12,9%. A companhia americana ocupa o segundo lugar no mercado de smartphones, com uma fatia de 15,3%. A lista das cinco primeiras é completada pela chinesa Huawei (4,9%), pela sul-coreana LG (4,8%) e pela chinesa Lenovo (4,5%).

Sistema operacional - Outro estudo divulgado na segunda-feira mostrou que o Android, sistema operacional móvel do Google, reforçou sua liderança no quarto trimestre à frente do iOS, o software da Apple, nos principais mercados do mundo, incluindo Estados Unidos, Europa e China. O Windows Phone, plataforma da Microsoft, conseguiu se situar em um sólido terceiro lugar.

O Android terminou 2013 como o primeiro sistema operacional móvel com quota média de 68,6% nos principais mercados da Europa (Reino Unido, Alemanha, França, Itália e Espanha), onde a Apple ficou em segundo lugar, com 18,5%.

Do Portal Veja.abril
(Com agência France-Presse)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve