segunda-feira, 28 de julho de 2014

Após sair do Facebook, Dilma Bolada também deixa o Twitter


Após apagar o perfil no Facebook, Jeferson Monteiro também abandonou a conta da personagem Dilma Bolada no Twitter. Em mensagem publicada em sua conta pessoa no Facebook, Monteiro informou que retirou a página da Dilma Bolada do ar por ora porque precisa “de fato pensar um pouco sobre os tempos difíceis que estão por vir”.

— Entramos no período eleitoral e esse ano não vai ser mole. Há alguns dias foi liberada a campanha e é muito ruim saber que você pode fazer a diferença mas ver que está quase sozinho no meio de uma tormenta que é a internet, e que tem tudo para piorar conforme 05/10 [data da eleição] se aproximar.

Segundo Monteiro, “chega a ser imoral a forma como aqueles que lutam contra a Dilma estão se portando e planejando se portar nas redes”. O texto segue dizendo que “é abominável as estratégias dos hipócritas que falam em ‘campanha limpa mas que na realidade, têm suas equipes arquitetando para recrutar pessoas simpáticas [a] seus partidos, além de influenciadores, blogueiros e páginas na internet para difamarem Dilma”.

O criador de Dilma Bolada, que já se envolveu em uma série de polêmicas pro causa do perfil e também foi acusado mais uma vez de caluniar e agredir opositores da presidente Dilma Rousseff nas redes sociais, acrescenta: “esse tipo de coisa é desanimador”.

— Diferente do que alguns analfabetos digitais dizem, não há nenhum “submundo da rede” onde as pessoas inventam boatos. A internet é um território livre em que há pessoas bem e mal intencionadas. E acho que todos devem ter conhecimento de que veremos a intensificação da guerra da desinformação que já corre solta pela web.

Na mensagem publicada na noite desta quarta-feira (23), Monteiro diz torcer para que “os boatos e mentiras sejam combatidos e que os esforços de todos sejam concentrados para mostrar a verdade e trazer os pontos fortes de seus candidatos e os pontos fracos dos opositores (sem mentiras)”.

— Enfim, diante do que foi dito, creio que teremos um ambiente ainda mais hostil e que há algum tempo já venho sendo exposto. A decisão [sobre] se continuo ou não, cabe única e exclusivamente a mim. A Dilma Bolada hoje possui, em números absolutos, mais de 2 milhões de seguidores, em sua grande maioria pessoas que passaram a simpatizar mais com Dilma e saber muitas ações do Governo depois que passaram a acompanhar a personagem. Antes não, mas hoje tenho a plena noção da dimensão do que ela se tornou. Por isso preciso avaliar qual será meu papel em todo esse processo.

Monteiro destaca ainda que “todos sabem o quanto eu gosto, admiro, acredito e respeito a Dilma”, e acrescenta que sempre viu a presidente “como uma mulher íntegra e nas duas oportunidades que tive de estar com ela, se mostrou uma pessoa extremamente gentil e carinhosa”. Ele finaliza a mensagem dizendo que pode voltar.

— Reitero que eu irei decidir o que deve ser feito. E já adianto que caso a Dilma Bolada não volte, estarei traquilo e com sensação de dever cumprido. Mas caso volte, continuará sendo o que sempre foi, ainda mais forte e mais presente e o choro vai ser livre!

R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve