domingo, 9 de novembro de 2014

Confira temas que podem cair na redação do Enem 2014


Os mais de 8,7 milhões de candidatos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio 2014 (Enem) têm apenas 15 dias de estudo pela frente. Para ajudar o estudante na reta final, o iG Educação conversou com professores de colégios e cursinhos para saber quais são suas apostas de tema para a redação do exame.

“A redação do Enem pede uma dissertação argumentativa sobre assuntos cotidianos, que tenham sido apresentados pela mídia no ano da prova”, explica a professora de redação Simone Mota, do cursinho Etapa.

Segundo ela, o tema escolhido sempre permite que o candidato pense em ações práticas para resolver o problema, já que a prova exige que o candidato faça uma proposta de intervenção.

“O aluno precisa ler bastante, pesquisar e não é só decorar informações. Ele tem que procurar o contexto para entender, para fazer relações”, comenta a professora Márcia Abdo, coordenadora de geografia do Colégio Bandeirantes.

Nas últimas duas semanas antes do exame, que acontece nos dias 8 e 9 de novembro, o importante é treinar, segundo a professora de redação do cursinho Oficina do Estudante Ednir Barbosa.

“Tem que fazer duas ou três redações por semana. Às vezes, o estudante acha que sabe sobre o assunto e vai conseguir fazer o texto, mas ele tem que treinar a escrever com espaço e tempo limitado e segundo as regras da prova. Não pode esquecer, por exemplo, que precisa fazer uma proposta de intervenção detalhada.”

Veja abaixo as apostas dos professores.

Crise da água

Além da falta de água que atinge o Estado de São Paulo, o tema pode aparecer abordando a necessidade de melhorar a gestão da água e reduzir o consumo, e também do ponto de vista das mudanças climáticas.

“É um tema bastante interessante porque o aluno pode articular problemas diversos envolvendo o assunto e ainda é possível fazer propostas práticas de ação”, considera o professor de redação Rafael Marques, do Colégio Bernoulli.

Descarte adequado do lixo

O problema do lixo e do descarte adequado é outro assunto que permite ao estudante criar variadas propostas de intervenção. “Existe agora um grande debate de celulares, de baterias e também de lixo urbano”, indica a professora Simone Mota.

Copa do Mundo e manifestações

As manifestações que ganharam as ruas do Brasil em junho de 2013 voltaram a se repetir este ano, sobretudo até a realização do Mundial de Futebol. Frente aos gastos para a Copa do Mundo, os protestos reivindicavam investimentos em educação, saúde, moradia e transporte público, entre outras coisas.

Democracia e ditadura

O ano de 2014 marca os 50 anos do golpe militar no país, os 30 anos das manifestações pelo voto direto (Diretas Já), e ainda é ano eleitoral. Por conta disso, o tema da democracia e da ditadura pode aparecer na prova do Enem deste ano.

Doenças altamente contagiosas

O controle de doenças altamente contagiosas e epidêmicas, como a dengue, a gripe aviária (H1N1), a meningite e o ebola, é outra aposta dos professores para tema de redação do Enem.

Tolerância na sociedade

Eventos de racismo e de homofobia foram notícia no País ao longo do ano, como o caso do goleiro Aranha chamado de “macaco” por torcedores gremistas ou jovens gays espancados nas ruas de São Paulo.

Os casos mostram uma faceta de intolerância presente ainda na população brasileira e levantam a necessidade de ações em prol da tolerância.

Sistema prisional

A crise do sistema prisional brasileiro também voltou à cena e pode aparecer no exame deste ano. Eventos como as execuções no presídio de Pedrinhas, no Maranhão, reavivaram o debate sobre o modelo das prisões do País, o desrespeito aos direitos humanos dentro das celas e a deficiência na reabilitação dos presos.

Outro tema de segurança pública que pode aparecer é a proposta de redução da maioridade penal.

Inclusão e acessibilidade

A inclusão de deficientes na sociedade tem sido alvo de diversas políticas públicas nos últimos anos. No entanto, os direitos do deficiente ainda são desrespeitados cotidianamente.

De acordo com estimativa da Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 10% da população mundial tem algum tipo de deficiência grave.

Mobilidade urbana

A mobilidade urbana é um tema de muita importância nas grandes cidades e que vem sendo cada vez mais debatido com propostas que passam pelo aumento do transporte público, pela restrição de uso de veículos individuais, pela criação de faixas exclusivas para ônibus e de ciclovias.



IG

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve