terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Consultor suspeito de cartel dos trens em SP controla 23 contas fora do país


O consultor Arthur Teixeira, suspeito de participar do suposto cartel de trens de São Paulo, controlam pelo menos 23 contas em bancos europeus, segundo o Ministério Público (MP) de São Paulo. As contas estão também no nome de empresas ou pessoas ligadas a ele. Os promotores paulistas tiveram acesso a informações do processo que corre na Suíça, informou o Jornal Nacional.

Os dados, segundo o MP, reforçam a suspeita de que Arthur Teixeira intermediava o pagamento da propina para fornecer empresas que atuavam no suposto cartel dos trens de São Paulo. O esquema teria funcionado de 1998 a 2008, durante o governo do PSDB, com acordo para dividir entre as empresas contratos de reformas no Metrô e na Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve