segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Google e centro espacial francês atuam juntos em internet via balões


CNES trabalha há 50 anos em pesquisas estratosféricas com balões.

Centro fará análises, e companhia fornecerá dados da camada de ozônio.



'Project Loon' navega por meio da estratosfera, onde existem diferentes camadas de vento 
(Foto: Divulgação)

O Google acertou uma parceria com o Centro Nacional de Estudos Espaciais da França (CNES) para turbinar o Projeto Loon, que usa balões para levar internet a áreas afastadas e sem conexão.

“O Google vai trabalhar com a CNES para conectar 4 bilhões de pessoas com balões lançados na atmosfera”, informou o centro espacial francês na última quinta-feira (11).

A entidade francesa já trabalha com o uso de balões para fornecer conexão à internet. Tem o maior programa desse tipo depois da Agência Espacial Americana (Nasa). O centro conduz estudos desse tipo há 50 anos e reúne 60 cientistas dedicados a área.

O CNES colocar à disposição do Google seus equipamentos de pesquisa, além de conduzir a análise dos voos de teste dos balões. A companhia de internet norte-americana, por sua vez, irá ajudar o centro a estudar o buraco da camada de ozônio na Antártida.

“Os balões desenvolvidos em conjunto serão utilizados, com a ajuda do Google, para alcançar novas campanhas científicas em voos estratosféricos para estudar a atmosfera”, comunicou o CNES.

O Google informou que alguns dos balões ficam mais tempo no ar do que o esperado. Chegam a flutuar por mais de cem dias.


Parte do projeto Loon, balão do Google no ar para fornecer conexão à internet da estratosfera. 
(Foto: Divulgação/Google)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve