sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Mortalidade nas rodovias federais cai 26% em relação ao final de ano de 2013


A taxa de mortalidade nas rodovias federais brasileiras caiu 26% durante o final de ano em relação a 2013. O índice leva em conta o total da frota de veículos do país. Em 2013, a taxa foi de 1,98, o que representou quase duas mortes por milhão de veículos no país. Em 2014 o número caiu para 1,46.

A taxa leva em conta o aumento na frota de veículos no Brasil, que teve um aumento de 5,2 milhões de unidades em relação a 2013 e conta hoje com 86,8 milhões veículos.

Em números absolutos, foram registradas 127 mortes na última semana de 2014 nas rodovias federais. O feriado da virada de ano foi menos violento do que o período de natal. Na semana das festas natalinas foram registradas 183 mortes em acidentes rodoviários nas estradas federais.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a menor mortalidade no final do ano ocorre porque o fluxo de carros no período se concentra principalmente nas estradas que levam ao litoral.

Infrações como ultrapassagem indevida, velocidade excessiva e embriaguez ao volante foram responsáveis por mais de um terço das mortes que ocorreram nas estradas federais, segundo a PRF.

A quantidade de acidentes na virada no ano chegou a 2.135 em todo o país. Desses, 227 foram considerados graves por terem resultado em ao menos um ferido grave ou óbito.

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (2) pela PRF com relação ao fluxo nas estradas federais entre 27 de dezembro de 2014 e o dia 1º de janeiro de 2015.

ATROPELAMENTOS

No Estado de São Paulo, a taxa de mortos nas rodovias federais para cada milhão de veículos teve aumento de 13% em relação a 2013. Mesmo com o aumento, o índice continua inferior ao do Brasil. Foram 0,07 mortes por milhão de veículos, número cerca de 20 vezes menor do que a média do país, que foi de 1,46.

Das seis mortes registradas nas estradas federais de São Paulo, quatro foram causadas por atropelamentos.

Assim como no restante do país, nas estradas paulistas registraram menos mortes no final de ano do que no período de festas natalinas. No natal ocorreram oito mortes em acidentes rodoviários nas estradas federais.

Folha Press

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve