sábado, 7 de março de 2015

Gigantes de tech pressionam EUA a legalizar casamento gay no país todo


(Foto: Reprodução)
Dezenas de companhias norte-americanas de tecnologia se uniram a empresas de diversos setores para pressionar a Suprema Corte do país a federalizar o suporte ao casamento igualitário.

Apple, Facebook, Amazon, Twitter, Google, Microsoft, Intel, Qualcomm, eBay, EA, Zynga, entre outras, querem que casais de mesmo sexo tenham direitos iguais aos dos heterossexuais no país inteiro, e não apenas em alguns estados.

Nos Estados Unidos, 36 estados mais a capital reconhecem o casamento homossexual. Isso cria um problema corporativo para o pais, porque as empresas precisam lidar com diferentes legislações dentro de um mesmo território. Quando Tim Cook, CEO da Apple, declarou-se publicamente homossexual, ele lembrou que há regiões dos EUA onde as empresas podem inclusive demitir funcionários em função de sua orientação sexual.

Em documento repercutido pelo The Verge, as signatárias argumentam que o cenário confuso cria problemas para a contratação de empregados e torna difícil a manutenção dos negócios.

Além de gigantes de tech, há apoiadores da causa em vários mercados. Nomes como Coca-Cola, Pepsi, Comcast, Levi's, Nike, Proctor & Gamble e United Airlines estão envolvidos.

Olhar Digital

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve