domingo, 26 de abril de 2015

Ex-meia da Ponte Preta e Corinthians é preso por tentativa de assalto



Conhecido não apenas por ter jogado em grandes clubes do futebol brasileiro, mas também por sua virilidade dentro de campo, o ex-meio-campista Piá foi preso na tarde deste sábado, em Americana, interior de São Paulo, por tentativa de assalto a caixa eletrônico na cidade.

O ex-jogador, que vestiu camisas de times como Ponte Preta, Corinthians e Santos, já tinha sido detido em fevereiro do ano passado pelo mesmo motivo. Na época, o crime aconteceu em Campinas, a aproximadamente 37 quilômetros de Americana.

Já na época de jogador, ele foi julgado e absolvido pelo assassinato de um mecânico em uma lanchonete de Limeira. Na época, ele foi detido pela Polícia Civil da cidade portando uma arma de fogo e drogas ilícitas, mas a Justiça entendeu que o primo do jogador era o único culpado pelo crime.

Apesar dos antecedentes criminais, Piá demonstrava estar disposto a mudar de vida e trabalhou como auxiliar-técnico do União São João de Araras no Campeonato Paulista da Segunda Divisão do ano passado. Ele é um dos ídolos dos ararenses por ter atuado sempre muito bem vestindo a camisa do time da cidade.

A Polícia Civil de Americana confirmou a prisão do ex-meio-campista, mas não deu detalhes sobre a tentativa de assalto.

Reginaldo Rivelino Lidoso, o Piá, está com 41 anos. Nascido em Cornélio Procópio, no interior do Paraná, foi revelado pela Inter de Limeira e passou por Santos, Coritiba, São José-SP, Bragantino e Matonense antes de vestir a camisa da Ponte Preta pela primeira vez, em 2000. Pela Macaca, ele chegou até a semifinal da Copa do Brasil de 2003 e despertou a atenção do Corinthians, que o contratou no ano seguinte.

Sem sucesso no time da capital, ainda jogou na Portuguesa e no Corinthians-Al antes de retornar à Ponte Preta, em 2005. Após passagens por diversos clubes paulistas, pendurou as chuteiras em 2013 no União São João.


Futebol Interior

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve