sexta-feira, 15 de maio de 2015

Hospital Walfredo Gurgel tem vazamento de radiação na sala de Raio-X, informa SindSaúde-RN



Veja texto do sindicato na íntegra:

Técnicos em radiologia do hospital Walfredo Gurgel resolveram fazer um teste, para comprovar a suspeita de vazamento de radiação. Eles colocaram uma folha de raio-x do lado de fora, enquanto uma radiografia era feita no interior da sala, no Pronto Socorro Clóvis Sarinho. A chapa ficou marcada, comprovando o vazamento. A radiação atravessa a parede e chega até a sala onde os técnicos trabalham e deveriam estar protegidos.

“Estamos recebendo radiação alta e arriscando a nossa saúde. Deve ser por isso que há mais de dois meses não recebemos o relatório dos dosímetros”, afirma um técnico de radiologia, que não quis se identificar. O dosímetro é o equipamento individual, que mede a radiação a que cada servidor é exposto mensalmente, e é uma exigência da portaria 453/98, do Ministério da Saúde. É a única forma de saber se o nível de radiação não está ultrapassando os limites aceitáveis. No entanto, além de atrasar o fornecimento dos dosímetros, os laudos também não estão sendo divulgados aos servidores.

“Eu vou trabalhar com medo de adquirir um câncer, pois gosto do que faço, mas estamos correndo risco de vida, será que ninguém vai fazer nada? Só quando alguém morrer?”, desabafou. Os técnicos de radiologia são responsáveis pelos exames de raios-x, tomografias e arco cirúrgico, raios-x no leito e nas UTIs, essenciais para o atendimento à população.

O Sindsaúde exige a divulgação dos laudos, medidas para impedir o vazamento de radiação no Hospital Walfredo Gurgel e a averiguação de possíveis vazamentos em outros hospitais, como o Deoclécio Marques.

Informa SindSaúde-RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve