sábado, 13 de junho de 2015

Em falsa entrevista de emprego, homem obriga jovens a fazer sexo, filma tudo e divulga na internet



Duas jovens que procuram emprego na internet dizem ter caído em um golpe. Segundo elas, uma mulher oferece vaga para trabalhar em eventos no Distrito Federal, mas na hora da entrevista, um sujeito obriga as candidatas a fazer sexo com ele e filmar tudo, para, em seguida, espalhar o vídeo pela internet. Assim que as jovens demonstraram interesse no emprego, postaram nome e telefone numa rede social.

Uma das meninas, de 18 anos, foi procurada por agenciadores e, em seguida, recrutada por um suposto empresário. A beleza era um dos requisitos para o serviço, segundo o agente que reforçava o pedido com um depósito de R$ 3 mil na conta da jovem, que afirma nunca ter recebido o dinheiro prometido.

Ela descobriu o golpe quando recebeu o homem em casa. A vítima conta que foi obrigada a fazer sexo e filmar tudo pelo celular, com cara “de quem estava gostando”. Dias depois, o golpista fez novas ameaças e vazou o vídeo e o número de telefone dela pelas redes sociais.

— Ele falou que se não ficasse com ele, iria me matar. Depois de dois dias, todo mundo tava recebendo o vídeo, ele divulgou o número para todo mundo, agora vem um monte de gente falar comigo.

Ao registrar ocorrência na delegacia de polícia, a jovem descobriu outra vítima do mesmo crime. Uma moça de 19 anos disse ter sido enganada pelo mesmo golpista. Imagens do circuito interno do prédio onde ela mora mostram o momento em que ele chega para cometer no apartamento da vítima, mas nessa vez a jovem se recusou a filmar o estupro pelo telefone.

— Ele ficou com muita raiva, disse que ia levar o celular, disse que ia me matar, ficava perguntando se eu queria apanhar.

A 21ª Delegacia da Polícia Civil (Taguatinga-DF) investigará os casos.


R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve