sábado, 1 de agosto de 2015

Pedaço de avião que pode ser da Malaysia Airlines chega à França para perícia


O pedaço de uma asa de avião que pode pertencer ao Boeing 777 do voo 370 da Malaysia Airlines, desaparecido desde o ano passado, chegou à França neste sábado para passar por perícia. A peça foi transportada ao país de avião durante a noite e agora é levada para um laboratório perto de Toulouse, no sul da França. A instalação já foi utilizada em outras investigações do tipo, incluindo o acidente aéreo com o voo 447 da Air France, em 2009, que decolou do Rio de Janeiro com destino a Paris e caiu no Atlântico.

Se o destroço estiver relacionado ao desaparecimento do avião da Malaysia Airlines, esta será a primeira pista concreta encontrada na busca para solucionar um dos maiores mistérios da aviação moderna. Investigadores acreditam que o voo caiu no oceano Índico após desviar do caminho para Pequim, seu destino final. O provável acidente ocorreu no dia 8 de março do ano passado.

Autoridades francesas também recuperaram um pedaço de uma bagagem na ilha Réunion que será enviado para um segundo laboratório em Pontoise, ao norte de Paris, para ter sua origem determinada. Uma garrafa d’água também será examinada como um possível item do avião, mas habitantes locais alertam que lixo de áreas remotas não raramente acabam chegando às praias da ilha.

O diretor do Departamento de Segurança dos Transportes da Austrália, Martin Dolan, afirmou que o pedaço da asa “muito provavelmente” seria de um Boeing 777. Ainda não há a confirmação, mas outras autoridades e especialistas acreditam que pode ser um objeto da aeronave. Fonte: Dow Jones Newswires.

fonte: Estadão Conteudo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve