domingo, 4 de outubro de 2015

Fotógrafo do DF reúne 80 pessoas para registrar 'sabor' do beijo

Participantes escolheram objetos que diziam representar o próprio beijo. 
Modelos ficaram dois meses sem saber quem iriam beijar no projeto.



Série de fotos mostra 'sabor' de beijo de moradores do DF 
(Foto: Daniel Fama/Divulgação)

Após o sucesso de uma exposição com modelos nus em Brasília, o fotógrafo Daniel Fama planeja uma exposição com imagens de desconhecidos que toparam representar o “sabor” do próprio beijo usando um objeto. O resultado faz parte de uma série de imagens com 80 pessoas, aceitaram “provar o gosto” do beijo de outro participante.


Fotografados escolheram objeto que representasse o beijo 
(Foto: Daniel Fama/Divulgação)

Nas regras do jogo, o grupo de modelos tirou fotos com o objeto com que mais se identificava. Depois, os participantes podiam dar uma “espiada” nas imagens para escolher com quem iriam formar dupla.

“Acho que a maioria escolheu porque achou curioso como a outra pessoa enxergava o próprio beijo, e nem tanto por questão física ou estética”, diz o fotógrafo.

Na execução do projeto, o fotógrafo se deparou com respostas que o surprenderam em relação ao “sabor” que os participantes acreditavam que seus beijos tinham. “Tinha gente com o clássico beijo sabor morango e chocolate, mas fiquei muito surpreso quando apareceram o beijo ‘sabor poesia’ e o ‘sabor Cazuza’”, lembra. Nesses casos, os fotografados posaram com imagens de poesias ou do cantor.

O interesse pelo beijo, diz o artista, é algo histórico, e foi o que o motivou a levar a ideia adiante. “Está nas músicas, nos livros. Por que não trazer para a fotografia?”, indaga.

Desconhecidos

Uma das modelos do ensaio, a produtora cultural Tássia Aguiar disse só ter descoberto quem iria beijar depois de dois meses de expectativa. “Rolou essa empolgação. No final foi um amigo meu, mas se fosse um desconhecido, acho que teria sido tranquilo também”, diz.


Fotógrafo priorizou diversidade de retratados
(Foto: Daniel Fama/Divulgação)

Com beijo sabor “boca beijada de batom”, Tássia afirma que o grupo de modelos era variado. “No final, rolou foto de casal hétero, de casal homoafetivo, de casal com uma pessoa idosa e outra mais nova”, conta. “Afinal, o beijo também é diversidade.”

Muitos participantes sequer se conheciam. “É curioso quando se colocam duas pessoas que nunca se viram antes. O bom é que tudo fluiu tranquilamente e foi uma oportunidade de se conhecerem, trocarem ideias”, relata o fotógrafo, de 40 anos.

Gabriel Luiz Do G1 DF

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve