segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Wilma se lança pré-candidata em 2016 e avisa: “Pode ser Márcia ou Júlia”





O PSB, da vice-prefeita Wilma de Faria, mantém um alinhamento político com o PDT, do prefeito Carlos Eduardo Alves. Mas esse alinhamento pode estar com os dias contados se o diálogo não avançar. Wilma disse que o principal projeto do partido é “fortalecer o partido” para 2016 e aumentar a bancada federal em 2018 e que para isso nada é descartado. Incluindo uma candidatura própria para a Prefeitura do Natal. A entrevista foi dada ao Jornal das 6, da 96 FM.

Wilma se antecipou e já lançou três nomes que podem disputar a prefeitura contra o prefeito Carlos Eduardo Alves. O dela própria, o da filha e deputada estadual Marcia Maia e o da vereadora Júlia Arruda. “Nós estamos conversando. Eu quero que meu partido cresça. Não está definida a posição dos partidos que compuseram em 2012. Pode ser Wilma, Márcia ou Júlia”, avisou entre os nomes que podem disputar o pleito do próximo ano.

E a vice-prefeita não parou por aí. Ela revelou que tem mantido conversa com partidos tanto da situação, quanto da oposição. Já foram vários os partidos, que mantiveram diálogo com o PSB, entre eles o PDT, PMDB, PSDB, PPS e o PR. “Não tem porta fechada com o PSB. Conversar não é proibido”, alertou.

O alerta de Wilma soa como uma indireta para o prefeito Carlos Eduardo que mantém conversas com o PMDB, que pode emplacar o candidato a vice na chapa do próximo ano. Wilma foi direta ao mostrar a força da legenda em Natal: “O PMDB tem seu direito de fazer as reivindicações, mas o PSB também. Fez quatro vereadores e possui o presidente da Câmara. Tem que ser respeitado”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve