sábado, 9 de abril de 2016

Teoria diz que Wesley Safadão morreu e foi substituído por sósia





O fã do cantor Wesley Safadão, Hilan Diener, publicou em seu Facebook nesta semana sua teoria de que o verdadeiro cantor morreu e foi substituído por um sósia. Sua publicação chocou internautas e gerou discussões na internet.


O novo Safadão seria, na verdade, Nathan, vocalista do grupo “Safadões do Forró”, que teria substituído Wesley após acidente com ônibus da banda Garota Safada no começo de 2015.


Em seu post no Facebook, Hilan argumenta que o ‘novo cantor’ é “mais dark, mais gótico”, tentando passar para os fãs de maneira subliminar que algo não anda bem. “Perceba que antes, Safadão usava roupas coloridas e alegres, hoje Nathan (sósia) está sempre de preto, barba por fazer e visual punk/agressivo. Nathan expressa esteticamente como o show bussines é terrivelmente negro, obscuro e faz de tudo para lucrar”, escreveu.


Outro indício de que esté não é o Wesley verdadeiro, segundo a teoria, é a letra da música “Aquele 1%”, que fala várias vezes que ele é “99% anjo”, algo que poderia ser mais uma prova de que o verdadeiro Wesley Safadão está no céu.


Em entrevista ao site ‘Tribuna Ceará’, Hilan contou que tudo não passou de uma tentativa de homenagear o cantor, do qual ele de fato é muito fã. “Eu nunca esperava que ia dar tanta repercussão. Não fique chateado comigo, Safadão, isso foi um jeito de chamar sua atenção. Quero te conhecer, o que você acha?”, propõe.


Apesar de ter sido uma brincadeira, essa não é a primeira vez que um artista se torna alvo de uma teoria sobre uma possível substituição. A cantora Anitta também tem uma obscura tese publicada no blog ‘anitaestamorta‘, de que esta não é a mesma Anitta do início da carreira. Avril Lavigne também foi ‘acusada’ de ser uma sósia da verdadeira cantora que teria morrido. A teoria nasceu aqui no Brasil, mas também foi publicada no BuzzFeed, intrigando os fãs da cantora pop.


Da Rede TV!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve