quinta-feira, 19 de maio de 2016

Pedro Parente será o novo presidente da Petrobras



Pedro Parente, ex-ministro da Casa Civil do governo Fernando Henrique Cardoso, aceitou convite de Michel Temer e será o novo presidente da Petrobras.

Ex-presidente da Bunge Brasil, Pedro Parente é sócio na gestora de fortunas Prada ao lado da mulher, Lucia Hauptman.

Ele vai substituir Aldemir Bendine, que assumira o comando da estatal no início de 2015, no lugar de Graça Foster.
Bendine foi avisado na semana passada que deixará o cargo. Emissários de Temer pediram, porém, que esperasse a indicação do novo nome.

EX-MINISTRO

Parente teve papel destacado no governo de Fernando Henrique Cardoso, chegando a ser ministro da Casa Civil, em 1999.

De 1995 a 1999, havia sido secretário-executivo da Fazenda, sob o ministro Pedro Malan, período em que foi responsável pela renegociação das dívidas dos Estados -problema que era crucial para a estabilização econômica da época e que voltou à berlinda neste ano.

Nascido no Rio de Janeiro em 21 de fevereiro de 1953, o novo presidente da Petrobras começou a vida profissional no Banco do Brasil, em 1971, segundo o CPDOC da Fundação Getúlio Vargas.
Passou ao Banco Central em 1973.



Folha



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve