quinta-feira, 14 de julho de 2016

Empresário chama Brunet de ‘descontrolada’ e diz que ela o agredia



Acusado de agredir Luiza Brunet, de 54 anos, o empresário Lírio Parisotto disse ser ele a vítima de agressões, e acusou a atriz e modelo de ser uma pessoa “descontrolada” em depoimento prestado nesta quinta-feira, no Fórum Criminal de São Paulo, em Barra Funda. O criminalista Celso Vilardi, que defende o empresário, disse que seu cliente tem provas do descontrole de Luiza.

As declarações de Parissoto são em resposta à denúncia feita por Luiza Brunet de que foi agredida em Nova York, no dia 21 de maio. Em entrevista publicada na coluna de Ancelmo Gois, no GLOBO, ela contou que a discussão do casal começou em um jantar com amigos. De acordo com a modelo, Parisotto a agrediu depois que os dois saíram do restaurante e foram para o Plaza Residence, onde ele mantém um apartamento. Luiza disse que estava sentada num sofá quando ele deu um soco em seu rosto e depois a imobilizou, provocando fraturas em quatro costelas dela. As agressões só teriam parado porque ela ameaçou gritar pelo concierge. No dia seguinte, ela voltou para o Brasil, fez exames e procurou um advogado. Os exames, realizados num consultório particular, foram incluídos na denúncia e apresentados ao Instituto Médico-Legal.

— Ele (Parissoto) é vítima das agressões. E isso está documentado há três anos. Há mensagens em que ela mesma diz para ele que precisa de auxílio médico. Eles brigavam por motivos banais. Ela se descontrolava — afirmou Vilardi na saída do Fórum.

O depoimento durou cerca de uma hora. Segundo Vilardi, seu cliente tem marcas de ferimentos feitos por uma taça arremessada por Luiza Brunet. O advogado disse que ela mordia o empresário e que, na noite da briga que resultou em ferimentos na atriz, o empresário estava se defendendo.

Vilardi afirmou que seu cliente tem respeito pela ex-namorada, mas disse duvidar sobre as marcas de agressão mostradas pela atriz em fotos.

– Não se pode, à luz de uma fotografia, fazer um julgamento. Quem tem costela quebrada não grava no dia seguinte – aponta o criminalista, referindo-se à participação da atriz na novela “Velho Chico”.

Esse foi o primeiro depoimento do empresário à Justiça. A atriz acusa Parisotto de agressão e afirma que teve quatro costelas quebradas. Luiza Brunet retornou ao Brasil e denunciou a agressão ao Ministério Público de São Paulo. Disse que foi agredida mais de uma vez pelo empresário, com quem se relacionava havia cinco anos.

O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve