domingo, 3 de julho de 2016

Estudante da UFRJ é encontrado morto às margens da Baía de Guanabara


Um estudante da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) foi encontrado morto às margens da Baía de Guanabara, na Ilha do Fundão, na Zona Norte do Rio, na noite deste sábado. De acordo com amigos, Diego Vieira Machado, de 24 anos, estava com sinais de espancamento e sem calças. Ele cursava Arquitetura e tentava transferência para Comunicação Social. Os amigos dizem ainda que o jovem foi vítima de homofobia.

– Conversei com ele (Diego) no sábado pela manhã por meio do WhatsApp. Pela noite, soubemos que um corpo foi encontrado e alguns amigos foram reconhecer. Quando eu soube que era o Diego, fiquei em choque. O Diego era uma pessoa muito boa. Era um artista. Ele lutava, mas lutava somente para se defender. Estamos todos mal com essa notícia – disse Pérola Gonçalves, de 22 anos, amiga da vítima.

Diego era natural de Belém do Pará (PA) e morava no alojamento da universidade há pelo menos um ano. Ele estava no Rio estudando desde 2012. O corpo dele deve ser levado para seu estado de origem para o enterro. Ainda não há informações sobre o sepultamento.

– Eu e o Diego éramos muito grudados. Ele era abertamente gay. Era negro e gay. Não acredito que foi uma só pessoa que fez isso com ele não. Foi um ato covarde – afirmou Pérola.

A Delegacia de Homicídios (DH) investiga o caso. A Polícia Civil informou que a perícia foi realizado no local do crime e que as invstigações já começaram para apurar a dinâmica e o autor do assassinato de Diego. Testemunhas também estão sendo ouvidas. A Polícia Militar informou que o 17º BPM (Ilha do Governador) foi acionado na noite de sábado (02/07) para ocorrência na Ilha do Fundão. Chegando ao local indicado, uma pessoa morta foi encontrada e a 37ª DP assumiu a ocorrência. Logo depois, a DH assumiu o caso.



Blog do BG

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve