segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Acordo garante divisão da fortuna de Jolie e Pitt no divórcio




Apesar de estarem juntos desde 2005, Angelina Jolie e Brad Pitt se casaram oficialmente apenas em 2014. A união não durou muito, pois, na última semana, os dois confirmaram que estão se divorciando. Como toda celebridade bem prevenida, Brangelina garantiu um acordo pré-nupcial que organiza direitinho a divisão da fortuna em caso de separação. O site TMZ teve acesso a este acordo, e diz que as doze propriedades dos atores espalhadas pelo mundo ficarão com quem comprou originalmente, e que as que conquistaram juntos possui sua divisão acertada desde antes do casamento.

O casal possui uma fortuna avaliada em 555 milhões de dólares(aproximadamente 1,8 bilhão de reais), segundo estimativas da revista Forbes. OTMZ indica que os dois possuíam 12 propriedades antes da oficialização do matrimônio em 2014. Sete delas pertenciam a Brad Pitt, duas a Angelina Jolie, e apenas três foram compradas em conjunto, incluindo uma vinícola na França, uma mansão em Nova Orleans, e um apartamento em Nova York. O site não informa quem ficará com cada parte destas propriedades em conjunto, apenas que o acordo pré-nupcial já facilitou toda a divisão.

O grande problema não está no dinheiro, mas sim com os filhos do casal. Os dois têm seis crianças, sendo três delas adotivas. O site americano indica que a briga pela custódia será feia, já que não há nenhum acordo prévio sobre o assunto. Quando entrou com o processo de divórcio, Angelina pediu exclusividade na custódia física dos filhos, permitindo que Pitt tivesse direito apenas à custódia legal compartilhada, o que daria a ele acesso somente a visitas, e a possibilidade de tomar decisões sobre as crianças com a mãe. Mas o ator já indicou que vai lutar para garantir a guarda compartilhada completa dos seis filhos.

Veja

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve