domingo, 4 de dezembro de 2016

Confusão entre mãe e viúva do lateral da Chapecoense tem agressão, gritos e choro em velório





Amigos, familiares e profissionais contratados para fazer o cortejo do lateral-direito Gimenez, velado neste domingo em Ribeirão Preto, se preparavam para deixar o Estádio Santa Cruz quando houve uma briga entre a mãe, Rosana Gimenez, e a viúva do jogador, Patricia.

Amigos e parentes que estavam próximos a urna disseram que as duas começaram a discutir por causa da proximidade do caixão, dando início ao tumulto.

Durante o velório, quando Patrícia chegou ao estádio, ela solicitou que o local fosse reservado para ela por 15 minutos. Amigos e familiares entenderam e a deixaram sozinha, com a mãe, na tenda improvisada no gramado. Torcedores foram impedidos de entrar. Pouco depois, cerca de dez minutos, a mãe de Gimenez abriu o portão e liberou a entrada: “podem entrar, gente”.

Familiares disseram que ela precisaram ser apartadas por amigos presentes. A imprensa estava em local afastado. Cerca de dez minutos depois, ambas deixaram o local. Aqueles que permaneceram na tenda ao lado da urna gritaram “Gimenez, Gimenez” e “É campeão!”. Quinze minutos mais tarde o caixão foi colocado no carro fúnebre.

O enterro ocorreu em Cravinhos, às 17h05min, sem qualquer confusão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve