sábado, 3 de dezembro de 2016

Follmann, sobre a amputação: “Prefiro a vida à perna. Vamos tirar de letra”




O goleiro Jackson Follmann, um dos sobreviventes do acidente que vitimou a delegação da Chapecoense, está consciente da amputação de parte de sua perna direita (abaixo do joelho). Segundo os médicos que cuidam dos feridos em Medellín, atleta reagiu bem à notícia da perda do membro e mostrou estar bem psicologicamente.

– Prefiro a vida à perna. Vamos tirar isso de letra – disse o jogador, de acordo com relato dos médicos que concederam entrevista coletiva neste sábado, em Medellín.

Falaram à imprensa os médicos Marcos André Sonagli, ortopedista da Chapecoense, Edson Stakonski, intensivista de Chapecó, e Ferney Tobón, diretor clínico do hospital San Vicente Fundación, que falaram também da situação dos outros pacientes.



Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve