segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Crianças decapitam prisioneiros em vídeo do Estado Islâmico



Vítima é filmada amarrada em parque de diversões abandonado antes de ser morta por crianças do EI – Reprodução

O Estado Islâmico divulgou nesta segunda-feira um vídeo em que crianças-soldado decapitam e matam a tiros três prisioneiros na Síria. Os meninos, cujas idades aparentam estar entre 3 e 10 anos, são filmados usando roupas de guerra enquanto assassinam brutalmente suas vítimas em Deir ez-Zor. O vídeo ainda mostra o treinamento de tiro recebido pelas crianças, que acenam a bandeira do grupo extremista.

A criança mais nova, que aparenta ter cerca de 3 anos, foi filmada manuseando uma arma e atirando contra a cabeça de um homem. Outro menino usa uma grande faca para cortar a garganta de uma vítima.

Antes de morrer, uma das vítimas fala à câmera em um parque de diversões abandonado. Acredita-se que o homem seja do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

Os meninos fazem expressões faciais de revolta antes e durante os assassinatos. O recrutamento infantil é um fenômeno frequente em organizações extremistas, e a imagem das crianças-soldados é uma das principais ferramentas de propaganda do Estado Islâmico.

As crianças-soldado percorrem um longo caminho de guerra: não raro, começa nas escolas de treinamento militar, que formam as futuras gerações de militantes, e termina com a sua morte nos conflitos. Estas crianças e adolescentes são utilizados em todos os tipos de ação, sobretudo explosões de veículos .

O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve