quinta-feira, 18 de maio de 2017

Fachin negou pedido de prisão e não levará caso de Aécio ao plenário; senador está afastado de mandato


O ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), negou o pedido de prisão do senador Aécio Neves (PSDB-MG) e não levará para o plenário a decisão sobre o assunto.

O plenário só avaliará o caso se o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, autor do pedido, decidir recorrer da decisão de Fachin.

O ministro mandou afastar o presidente nacional do PSDB, Aécio Neves (MG), do mandato de senador.

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve