quinta-feira, 4 de maio de 2017

Testes confirmam a presença de maconha em doces vendidos na Av. Paulista em SP



Após jovens serem flagrados pela equipe do Jornal da Record vendendo brigadeiro de maconha na Avenida Paulista, o doce é levado ao laboratório, e o resultado confirma a presença da droga.

Com uma câmera escondida, os repórteres conversaram diretamente com os vendedores e descobriram a maneira de enganar a polícia. Em média, cada doce custa R$ 5. Segundo a reportagem, para a polícia, pessoas que vendem alimentos com maconha são consideradas traficantes, mesmo que no produto seja apenas encontrado o princípio ativo do entorpecente. A pena pode chegar a 12 anos de cadeia.

Segundo os especialistas, o efeito da droga é prolongado quando ingerido. Eles alegam que casos de hospitalização pelo fumo da maconha são raros, mas quando ingerida, pode haver essa possibilidade.

Jornal Ciência, via R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve