quarta-feira, 20 de setembro de 2017


Vendas de tablets no Brasil devem cair 6% em 2017, diz IDC

No segundo trimestre, queda nas vendas foi de 8% em relação a 2016, somando 790 mil unidades.




Vendas de tablets no Brasil devem cair 6% em 2017, diz IDC (Foto: TV Globo/Reprodução )



As vendas de tablets no Brasil devem recuar 6% em 2017, chegando a 3,75 milhões de aparelhos, estimou a empresa de pesquisa de mercado de tecnologia IDC Brasil nesta segunda-feira (18).


A companhia calculou em 8% a queda nas vendas da categoria no segundo trimestre sobre o mesmo período do ano passado, para 790 mil unidades, equivalentes a uma receita de R$ 400 milhões.


"Temos observado um comportamento agressivo dos fabricantes, com preços promocionais e brindes para frear a queda", afirmou em nota o analista de mercado da IDC Brasil, Wellington La Falce.


"Notamos que as empresas estão diversificando os produtos para gerar mais demanda. O mercado de tablets para o público infantil é bastante forte, mas produtos voltados para o idoso, por exemplo, estão entrando agora no radar", acrescentou.

PCs subindo

No início do mês, a IDC afirmou que as vendas de computadores pessoais no Brasil devem crescer 1,2% este ano, para 4,55 milhões de unidades. No segundo trimestre, o segmento teve alta de 5% sobre um ano antes, para 1,24 milhão de unidades.


Celulares também


Já os celulares devem ter um impulso de 12,6% nas vendas este ano, para 49 milhões de aparelhos, segundo a IDC. No segundo trimestre, as vendas subiram 5,9% na comparação anual, para 12,8 milhões de unidades.