domingo, 23 de dezembro de 2018

O Magrelo Barbudo deseja aos seguidores um Feliz Natal


Temer está com medo de ser preso após deixar o Planalto, diz colunista



Na última quarta-feira (19), o presidente Michel Temer foi denunciado pela terceira vez pela Procuradoria-Geral da República. Raquel Dodge acusou o emedebista de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no âmbito de um esquema que desviou algo em torno de R$ 32,6 milhões no setor de portos.

Com isso, o atual comandante do país foi tomado pelo medo de ser preso após deixar o Planalto. De acordo com o colunista Josias de Souza, do UOL, o presidente resolveu discutir a situação penal com um pequeno grupo de auxiliares e se mostrou pessimista. Ele acredita que a prisão pode acontecer e os seus interlocutores também.

Neste encontro com os auxiliares, Michel Temer foi aconselhado a passar uma temporada em Portugal, onde tem amigos. Também foi sugerido ao presidente dar aulas na Universidade de Coimbra. No entanto, como revela Josias de Souza, o emedebista não se empolgou com a sugestão de viajar para outro país.

“Vão dizer que estou fugindo. E eu não vou fugir, vou enfrentar”, terá dito o presidente, de acordo com o colunista.

Além da denúncia formulada por Dodge, Michel Temer tem outras duas que foram fundamentadas pelo ex-procurador-geral Rodrigo Janot a partir de delações do grupo JBS. Os casos estão parados na Câmara, mas devem ser retirados do congelador.

Notícias ao Minuto

PRF modifica horários de atendimento nos dias de festas de final de ano


Com o objetivo de aumentar o efetivo nas ruas durante as vésperas de Natal e de Ano Novo, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que atenderá a população com horários especiais. A informação foi divulgada neste domingo (23), por meio de nova publicada nas redes sociais.

Devido ao reforço na fiscalização durante as festividades de final de ano, o atendimento ao público na sede da PRF, nos dias 24 e 31 de dezembro, será das 8h às 12h.

Após esses dias, o atendimento na sede do órgão seguirá o horário de funcionamento normal.

Blog do BG

domingo, 9 de dezembro de 2018

Esquerda sempre se alimentou dos mais pobres, diz Bolsonaro




O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) afirmou em uma participação por vídeo chamada na Cúpula Conservadora das Américas, realizada neste sábado (8) em um hotel em Foz do Iguaçu (PR), que a esquerda brasileira se alimenta dos mais pobres para crescer.

Leia mais: “Não seremos a nova Venezuela”, diz Eduardo Bolsonaro em evento

“Eles vão sempre para os locais mais pobres, para a partir de ali crescer. O oxigênio deles são a população mais pobre”, afirmou Bolsonaro em seu discurso sobre a ascendência da esquerda na América do Sul, relativizando com a ação de guerrilhas brasileiras na década de 70.

Bolsonaro também atribuiu sua vitória nas disputas presidenciais ao medo dos brasileiros de que o país passe por uma situação semelhante à da Venezuela, principalmente se outro candidato tivesse sido eleito.

Ele também afirmou que caso a direita brasileira não faça uma grande mudança no país, “o PT volta com muito mais força do que tinha no final do governo de Dilma Rousseff”.

No discurso Jair Bolsonaro também comentou sobre o ataque que sofreu em Juiz de Fora (MG), afirmando que a investigação tem sido muito difícil pois “há um aparelhamento (da esquerda) de quase todas as instituições da América do Sul”.

Bolsonaro terminou seu discurso afirmando que “quer jogar uma âncora da democracia no país” e que todos têm “obrigação de fazer o Brasil dar certo”.

A Cúpula Conservadora das Américas é organizada pela Fundação Indigo, do PSL. Ao final do evento, a cúpula deverá lançar a “Carta de Foz”, um documento com os principais pontos discutidos ao longo deste sábado. O texto servirá de diretriz para movimentos de direita no continente americano, segundo os organizadores do evento.

R7

CADÊ A EVOLUÇÃO DO SERVIÇO? Burocracia barra 4 mil antenas de celulares




As restrições impostas por leis municipais impedem a instalação de quatro mil antenas que poderiam elevar a qualidade do serviço de celular e internet em todo o País. Desse total, 1.200 poderiam ser instaladas de imediato em São Paulo, principalmente nos bairros periféricos . Essas antenas poderiam gerar R$ 2 bilhões em investimentos e 45 mil empregos, de acordo com o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (Sinditelebrasil).