terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

‘Você quer me matar?’, brinca Bolsonaro com Mourão




Na primeira conversa que tiveram desde que se recuperou de um quadro de pneumonia, o presidente Jair Bolsonaro fez uma brincadeira com o vice-presidente Hamilton Mourão.

Sob críticas dos filhos do presidente por sua postura pública, o general da reserva recebeu uma ligação no sábado (9) de Bolsonaro, internado no hospital Albert Einstein, em São Paulo.

“Você quer me matar?”, indagou o presidente.

Sem entender, Mourão, que havia no mesmo dia trocado mensagens com Bolsonaro, questionou o motivo da pergunta.

“Eu neste hospital e você no churrasco?”, afirmou, aos risos.

O relato da conversa foi feito por Mourão nesta segunda-feira (11).

Ele contou que a ligação foi feita trinta segundos depois de, no sábado (9), ter informado ao presidente, por meio de mensagem escrita, que participaria de churrasco de sua turma da academia militar.

Nas últimas semanas, aliados do presidente intensificaram as críticas ao vice-presidente. Para eles, Mourão tem tentado se apresentar como um contraponto a Bolsonaro.

Eles apontam como exemplo encontro do general com a CUT (Central Única dos Trabalhadores), entidade sindical ligada ao PT, e a defesa para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participasse do velório de seu irmão.

Em entrevista à Folha, o ex-estrategista-chefe da Casa Branca Steve Bannon, que foi formulador da retórica que elegeu Donald Trump, chegou a dizer que Mourão “não é muito útil”, “é desagradável” e “pisa fora da sua linha”.

“Eu sou um cara legal, pô”, reagiu o vice-presidente.

O entorno do presidente defende que, ao retornar a Brasília, após receber alta médica, Bolsonaro se reúna com Mourão para arrefecer a versão de que a relação de ambos passaria por uma crise.

Folhapress