sexta-feira, 15 de março de 2019

Um dos fundadores do WhatsApp lançou um desafio: Apaguem o vosso Facebook


A relação dos utilizadores do Facebook com a rede social tem vindo a deteriorar-se desde que os recentes problemas de privacidade surgiram. O Facebook tem tentado alterar esta ordem de eventos, nem sempre com sucesso.

Seguindo esta linha de pessimismo contra o Facebook, um dos fundadores do WhatsApp veio a público lançar um desafio. Pediu a quem estava consigo numa palestra para que eliminem as contas de Facebook.


Foi durante uma conferência na Universidade de Stanford que Brian Acton, um dos fundadores do WhatsApp, veio a público apresentar as suas ideias sobre a maior rede social da Internet e alertou para os perigos do Facebook.

Segundo este antigo responsável do Facebook, que sempre foi um dos maiores críticos dentro da rede social, os utilizadores dão demasiado poder a estas redes ao usarem os seus sites e comprarem os seus produtos.

Foi em jeito de provocação que Brian Acton terminou a sua conversa em Stanford deixando um desafio à sua plateia. A ideia era que estes eliminassem as suas contas do Facebook, libertando-se do poder que veio mostrar.


Esta não é a primeira vez que o ex-homem forte do WhatsApp, que já trabalhou na Yahoo e estudou em Stanford, sugere que as pessoas devem deixar a rede de Mark Zuckerberg. Em março de 2018, ele lançou um Tweet onde apelava ao fim do Facebook: “está na hora. #deleteofacebook”.

Acton vendeu o WhatsApp ao Facebook em 2014 por 19 mil milhões de dólares. Em 2017, deixou a empresa por discordar da decisão de vender anúncios dentro da plataforma através do canal de mensagens, direto entre empresas e os seus clientes.

Curiosamente, estas declarações e este desafio de Brian Acton surgiram durante o período em que o Facebook, o WhatsApp e o Instagram apresentaram problemas. Vêm também depois do próprio Mark Zuckerberg se comprometerem aumentar a privacidade no Facebook e em misturar de forma segura os seus diferentes serviços de mensagens.