terça-feira, 21 de maio de 2019

O consumidor está menos impulsivo e mais racional



Uma pesquisa recente da consultoria de tendências Box 1824 mapeou o que a gente já sentia nas nossas análises: o consumidor brasileiro está mais racional na hora da compra. O consumidor, que sempre foi impulsivo, movido mais pela emoção na hora da compra, começou a ficar mais crítico e a comprar movido mais pela razão. Entre os mais jovens, inclusive, passou a influenciá-los mais em suas compras a referência de pessoas conhecidas, além de, e principalmente, a relação com a tecnologia, uma vez que as pessoas hoje estão conectadas onde quer que estejam. E acredite: isso tem mudado profundamente a forma como as pessoas consomem.

Essa mesma pesquisa identificou coisas bem interessantes. Cito alguns exemplos. Pensar e agir como sócio: sim, já existe uma tendência que avalia que o consumidor passou a agir como sócio das marcas, comprando marcas para apoiar seus valores e suas causas. Outro exemplo é o melhor entendimento das formas de pagamento: o consumidor está mais maduro e pensa melhor a sua vida financeira, e sabe escolher melhor a forma de pagamento, e isso, claro, impacta nas vendas. Mais um exemplo: a
possibilidade de entregar em qualquer lugar. Essa era esperada, concorda? O imediatismo dos dias de hoje transformou profundamente as noções de prazo e de forma de entrega. É tudo pra ontem! Entrega em todo lugar, pode retirar na loja, tem entrega urgente no cardápio de opções, ufa, muita coisa! O soberano é o cliente, sabia? Ele decide. E você que se vire para entregar.

Tem muitos outros exemplos. Mas como o espaço é curto, vou concluir com mais um: o poder dos comentários. A marca precisa criar um relacionamento com os consumidores, pois neste mundo digital o que se fala das marcas pode turbinar ou detonar reputações de marcas. O consumidor mudou muito. E ele raciocina cada vez mais. Vale colocar emoção na venda e na estratégia? Vale, sempre. Mas ela tem de vir acompanhada de sólidos e novos argumentos de venda. Como os que escrevi aí acima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve