terça-feira, 4 de junho de 2019

Procuradores criticam tentativa de novo mandato de Dodge sem lista tríplice



Candidatos à Procuradoria-Geral da República criticaram, nesta terça (4), movimentos que a procuradora-geral, Raquel Dodge, tem feito para ser reconduzida ao cargo sem que precise passar pela lista tríplice.

Tradicionalmente, uma votação organizada pela ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República) forma uma lista com os três candidatos mais votados. A medida não é prevista em lei, mas desde 2003 todos os presidentes indicaram para o posto um dos três nomes mais votados entre seus pares.

Dodge tem feito acenos discretos ao Palácio do Planalto na tentativa de voltar ao cargo por mais dois anos, com o argumento de que é melhor o governo indicar um nome conhecido do que embarcar em uma possível aventura.

Folhapress

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve