domingo, 3 de maio de 2020

Turismo: o grito por socorro no RN



Foto: reprodução

Se o setor empresarial do turismo, uma das indústrias fortes na economia potiguar, amarga prejuízos nesses tempos de coronavírus, vocês imaginem os funcionários e os autônomos que sobrevivem exclusivamente das atividades turísticas.

Um exemplo são os guias de turismo. A situação é tão crítica, que o Sindicato dos Guias de Turismo do Rio Grande do Norte (Singtur) criou uma campanha para arrecadar alimentos para esses profissionais que vivem, e sobrevivem, em guiar visitantes por roteiros turísticos do nosso estado…um dia turístico

Foram os primeiros a serem atingidos por essa cruel epidemia. E provavelmente os últimos a serem reinseridos ao mercado.

A campanha conta com um trailler, cedido pelo Sinditranstur no RN (Sindicato das Empresas transportadoras Turísticas), está estacionado em frente ao Hotel Praiamar Express, ao lado do Restaurante Camarões, na Av. Roberto Freire, em Ponta Negra, para arrecadar alimentos que são destinados aos guias, aberto das 8h às 18h.

Presidente do Singtur, Júnior Lima diz que os poderes públicos e o chamado trade turístico ainda não indicaram providência para superar este momento crítico. “Os guias estão à deriva e com o único apoio de seu sindicato que está captando recursos”.

Em conversa com o portaldaabelhinha, diz que as expectativas são as “piores possíveis”, que este é um mercado que “sofrerá uma forte lentidão na sua recuperação, pois turismo não é tido como prioridade”, lamenta.

Sobre ações das secretarias de Turismo do estado e do município, é taxativo:

– Estão apáticas e inertes, o setor agonizando e sem nenhuma proposta plausível.

Sobre o empresariado do setor:

– A situação do empresariado é a pior possível, um verdadeiro abandono, falta diálogo do poder público local, incentivos e nenhuma expectativa. Um caos.

Sobre parcerias para superar a crise:

– Poucas. A Prefeitura de Natal, através da Semtas, fez uma doação de cestas básicas à nossa categoria, por meio do vereador Felipe Alves. Assim como o portaldaabelhinha, o blogueiro Bruno Giovanni, o empresário André Dantas, através da Banda Saia Rodada e do cantor Luan Estilizado; anônimos que se comovem com a situação dos guias e instituição beneficente.

De perspectivas:

– Não existem perspectivas, tampouco planos para os nossos profissionais, pois quase que a sua totalidade é formada por autônomos e depende diretamente do turismo.

Por Eliana Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário será exibido em Breve